Rio Marrecas será monitorado por equipamento eletrônico

Francisco Beltrão é uma das primeiras cidades brasileiras contempladas com a instalação de equipamento eletrônico para monitorar rios, em um projeto desenvolvido entre o Ministério da Defesa do Japão e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil.

O Paraná será o primeiro estado brasileiro a receber os equipamentos, que serão instalados somente em Beltrão, União da Vitória e Morretes.

O equipamento será fixado às margens do Rio Marrecas, próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros, e funcionará com energia solar, terá câmera e um software que envia os dados até um centro de controle. A Prefeitura pretende incrementar o equipamento com sensor de nível do rio e um medidor da velocidade da correnteza, informações importantes para monitorar a possibilidade de cheia.

“Sabendo com exatidão este tipo de informação conseguimos prever se haverá cheia do rio ou não, ainda mais porque o Marrecas é formado por vários afluentes e as águas podem subir sem que chova muito em Beltrão, mas na bacia como um todo”, explica a secretária executiva da Defesa Civil de Beltrão, Esmeralda Gusmão.

O projeto foi apresentado ao Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil local nesta sexta-feira (22) por Heber Noronha, da JRC Brasil, empresa que fará a implementação do plano. Os equipamentos devem ser instalados em fevereiro e começam a operar ainda em março. O projeto é fruto da cooperação mútua na área de prevenção de catástrofes e desastres naturais entre os governos do Paraná e do Japão, que irá bancar toda sua implantação.

Manhã Celinauta

Programa matinal diário com notícias locais, regionais e nacionais. Você ouve na Rádio Celinauta 1010 KHz das 07h as 10h.

Comentários